Pensar por mim mesmo

POSSO PENSAR POR MIM MESMO!

 (Estude o que você professor entende por pressão de grupo? E como vc entende que o cristão deve reagir diante das pressões que encontra no dia a dia, tentando levá-lo a viver de acordo com padrões da sociedade atual e com os padrões que o cristão convive no mundo secular: escola, amigos não cristãos, modismos...)

Texto Bíblico:  1 Reis 22:1-28

Versículo para memorizar:  “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” Romanos 12:2

Objetivo: Que cada criança aprenda a obedecer a Deus diante das pressões feitas sobre ela para que pense e aja como outra pessoa.

Tema: POSSO PENSAR POR MIM MESMO!


Introdução: ( 20 minutos)
Troque idéias com as crianças sobre a compreensão que elas tem de “pressão de grupo”. Converse com ela e deixe que elas falem:
1.     O que é pressão de grupo?
2.     Quem são as pessoas que ate pressiona
3.     Você faz algo que não gosta ou que acha errado, apenas porque alguém te pressiona?
4.     Como você é pressionado?
Ensine a criança que pressão é quando alguém tenta convencê-la a fazer algo que ela sabe que não agrada a Deus, ex.: quando você não estudou na prova e seu amigo diz: “não esquenta não é só você colar, eu te dou cola.” Aí vc pensa: o que é que eu vou falar pra ele, se eu disser que não vou colar ele vai achar que eu sou um bobão. Aí você acaba colando na prova pra não ser criticado. (Pense e desenvolva outros exemplos de pressão que a criança sofre e comente com eles)
Mostre a elas que estas pressões vem crianças que tem a mesma idade que elas, que gostam de coisas parecidas.
Faça uma demonstração com eles de como acontece a pressão dos amigos, com esta dinâmica:
Divida a turma em dois grupos, diga a eles para, ficarem quietos não contarem pra ninguém o que está escrito no papel que vão receber e só fazerem o que está no papel quando você falar. Para um grupo distribua a palavra OLHE PRA CIMA um papelzinho para cada criança. Do mesmo modo distribua para o outro grupo a palavra RIA.  Diga ao primeiro grupo pra começar. Em seguida diga ao outro grupo pra começar. Espere pra ver a reação dos grupos.
Converse com eles:
·          Por  que vocês estão rindo?
·          Vocês se sentiram influenciados por seus amigos? Como?
Fale com eles sobre quando outras crianças tentam influenciá-los a serem iguais. Pense numa variedade grande de assuntos, filmes, jogos, brincadeiras...

A pressão de grupo pode ser boa?
·          Quando você acha que a pressão de grupo pode ser positiva?
·          Quais são as influências positivas que vc tem visto e ouvido?
·          Quais são as pressões negativas que vc tem visto e ouvido?

Mostre pra criança que quando ele faz o que a turma de amigos quer, apenas porque eles querem,  ele está sendo influenciado pelos amigos.
Vamos ver alguns personagens que mostra como uma criança pode  usar de pressão com a outra. (distribua as fichas para as crianças e deixe que eles façam a atividade. Apenas a atividade 1
·          Qual é o objetivo destes personagens
·          Você conhece alguém que age ou fala como um destes personagens ?
·          Por que esse tipo de manipulação funciona?
·          Por que a pressão do grupo é tão forte?
Todos nós queremos ser queridos e aceitos. Não é nada divertido ser rejeitado. Não é nada legal ser criticado. ( Mostrar  a criança que nem sempre reconhecemos que se trata de um apressão, queremos fazer parte da turma, queremos ser aceitos pelos amigos, ficamos magoados quando alguém nos põe de lado, não queremos ser chamados de bobos, chatos ou covardes, queremos “ficar por cima”
O poder que temos contra a pressão de grupo é nosso tema de hoje: POSSO PENSAR POR MIM MESMO!

Hoje vamos aprender sobre um rapaz que enfrentou 400 pessoas de uma só vez. (Entre na história sem pausas, tipo: “agora vou contar a história”, conclua o bate papo já iniciando a história.

História Bíblica: (20 minutos)  (use visuais para contar a história)

(Encerre a história com um período de oração)
Ministração: Ore junto com as crianças, pedindo a Deus que nos ajude a identificar as pressões negativas que o grupo



Distribua entre as crianças o papel jornal. Cada criança deverá desenha a sua silhueta, uma crianças traça a silhueta da outra, para desenhar o corpo todo. Eles deverão recortar e anotar seus nomes. Cole os cartazes com fita adesiva nas paredes da sala. Durante as próximas semanas eles vão acrescentar coisas para ilustrar a conformidade ou a não-conformidade de suas ações ou palavras.

Conclusão:
Conduza as crianças a conversarem sobre as situações que precisam ficar atentos às pressões de grupo. 
Distibua balões e uma canetinha para cada criança. Diga a eles para escrever na bexiga   uma palavra que identifique um tipo de pressão que ele acha mais difícil vencer. Converse sobre o que eles escreveram nos balões e dê um sinal para que todos estourem ao mesmo tempo.  Mostre a eles que as pressões do grupo não vão machucá-lo se forem desmascaradas. Quando ele as reconhece, são tão inofensivas como o ar que saiu dos balões.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sorvete Missionário - Apec

Na rocha firme